Blog da modéstia

Artigo
Procurar:
Pureza interior

Pureza interior

A pureza da alma das crianças deve ser cuidada pela mãe com especialíssima dedicação, porque a pureza e a delicadeza interior são pressupostos do verdadeiro caráter. A pureza da alma infantil é como o cristal e basta um só hálito para embaciá-la.

A mãe nunca pensa que o filho é ainda muito novo e que ainda não compreende. Por isso, põe especial atenção nos jogos das crianças, e procura evitar os excitantes da sensibilidade do filho e tudo quanto possa fazê-lo mole e sonhador.

Certas bebidas e comidas, a solidão, o excessivo comodismo nas posições etc., são prejudiciais. Na mesma ordem de ideias é preciso pôr em relevo, com insistência, esse fato do problema habitacional, que obriga a deitar as crianças na mesma cama. Deve ser evitado sempre que for possível.

Os pedagogos constataram o fato de que sessenta por cento das crianças atravessam, dos três para os seis anos de idade, uma grave crise moral. Pode acontecer que nesses anos da infância estejam a faltar, à sua maneira, contra o sexto mandamento sem que os pais tenham a menor suspeita. O abraçar e beijar demasiado as crianças nem sempre é conveniente, e um bocado de aspereza não faz mal nenhum.

Oxalá todas as mães tenham o dom de educar os seus filhos na mais rigorosa moralidade e na mais delicada pureza!

Texto retirado do livro “A Mãe”, pelo Cardeal Mindszenty, edição de 1959.

Categorias: Educação dos filhos

Tags: crianças, modéstia, pureza

Publicado em: 15 de maro de 2018.

Compartilhe este artigo:

Facebook WhatsApp