Carrinho de compras

Você ainda não adicionou nenhum produto em seu carrinho de compras.

Mulher usando o véu

Por que usar o véu na Igreja?

O uso do véu é uma longa tradição que insere a mulher num espírito de ritualidade e adoração, fazendo com que diante de Deus ela esconda a própria beleza, a própria glória para dar glória à beleza de Deus.

É uma disciplina que, ao longo do tempo, santificou muitas mulheres e diante do mundo secularizado e imodesto que se vive hoje ensinar as meninas desde pequenas a usar o véu pode resultar em frutos excelentes nas próximas gerações.

Depoimentos de mulheres que usam o véu:

“Eu uso o véu há cerca de um ano. Eu me lembro, há dois anos atrás estava adorando o Santíssimo… Eu já pensava e refletia há cerca de um mês sempre sentindo que faltava algo, uma sensação de que eu devia ser mais radical. Um dia depois da festa de São Pedro e São Paulo, eu rezei pro Espírito Santo, pedindo a graça de ser mais radical, igual São Pedro era. E num certo ponto, senti na minha alma Deus dizendo: ‘Use o véu’. E aquilo era tão simples, e eu disse: ‘Ok meu Senhor, vou usar’. E no dia seguinte fui a missa, e uso o véu desde então.”

“Eu sou convertida ao catolicismo e venho de uma sinagoga judaico ortodoxa. E lá as mulheres devem cobrir suas cabeças, então foi algo natural, não tive nenhum problema com isso. Na verdade, fiquei agradecida de poder usar de novo.”

“Muitas pessoas pensam que o véu só pode ser usado na missa celebrada no rito extraordinário, mas Jesus é sempre o mesmo, então o véu pode ser usado em qualquer missa, não apenas no rito extraordinário. Uma mulher vestindo o véu aponta para Deus. Ela age como se fosse um sinal de alerta, dizendo que Deus está ali. Afinal, você não usa o véu em qualquer lugar, vestimos somente quando estamos na presença do Santíssimo Sacramento. Portanto, esse é um sinal claro de que algo muito especial está ali, é um sinal da presença de Deus.”

“É muito, muito simples. Sinto que isso é um ato de reverência ao meu Senhor. Se você realmente acredita que o próprio Jesus está naquele altar, você irá se humilhar, pois sabe que se trata de uma união com o Senhor.”

“Qualquer mulher, independente da aparência física, é bonita. Mas vestir o véu é algo que realça nossa feminilidade, você reconhece sua beleza, mas reconhece sabendo que Deus está ali no altar e que Ele é muito mais belo que você. Portanto, apontamos pra Ele quando vestimos o véu.”

“É uma tradição antiga, uma tradição antiga e muito bela, e ela mostra a importância e o valor que a mulher tem. Isso não é algo que nos torna submissas ou que nos diminui. É uma honra.”

“Vestir o véu é simplesmente reconhecer a presença de Deus. Se trata apenas de mostrar reverência à Ele. Quando usamos com frequência, ele começa a agir na sua alma. Você começa a entender a importância, a dignidade e a gravidade da missa, de que ela é a reprodução do sacrifício de Cristo no calvário e que esse é o momento mais importante das nossas vidas, de verdade.”

“A primeira vez que vi o véu foi num retiro, e o retiro tinha como centro a Eucaristia. Algo comum nele era ver mulheres usando véu. Eu via as mulheres se humilhando diante de Deus, e isso gerou um grande impacto na minha alma.”

“Existe algo que ativa nossa alma, quando colocamos o véu. Ele nos chama a Jesus. Nos chama a oração. Ele desperta o desejo de ser santa. Ele nos chama a aprofundar essa essência feminina que toda mulher possui. Ele nos convida a ser como Maria é.”

“Ao cobrir sua cabeça, você não está escondendo sua beleza. Você está revelando sua dignidade, e sua beleza começa a ser expressada de um jeito diferente. Existe um certo grau de beleza e um brilho que emana ao cobrir essas belas criaturas de Deus, portanto, a presença de Deus pode ser reconhecida de um modo mais claro.”

“Eu uso o véu já fazem 27 anos. Eu conheci ele através de uma vizinha judia, afinal os judeus sempre cobrem suas cabeças. Nós somos, ‘judeus mais completos’, no sentido de que continuamos com algumas de suas vestes e algumas outras práticas da fé judaica.”

“O véu é um sinal para os outros, porque ele diz que existe algo diferente ali. Deus está realmente presente em nosso meio, e tudo aquilo que pudermos fazer para levar a atenção para Ele e pra dizer que a missa é especial, que a missa é solene, que a missa é algo que devemos levar muito a sério, que devemos mudar totalmente nosso comportamento, eu com certeza vou encorajar.”

“O que mais gosto no véu é essa sensação de paz que ele me dá. Eu sinto que o estresse do mundo me deixa. Eu sinto muita serenidade e um amor muito profundo.”

“Ultimamente, o que a Igreja precisa é de um resgate da nossa fé eucarística. Se a Igreja prosperar, é porque ela retornou as suas raízes colocando Jesus como a fonte da fé. Exaltando Nosso Senhor, as graças serão dadas.”

“Minha mente tende a se distrair durante a missa, ou quando preciso ir na mercearia, quando estou fazendo o jantar. Mas quando entro na Igreja e coloco o véu, pra mim é como se fosse um sinal de parada. Todos aqueles pensamentos precisam ir embora e eu preciso dar minha atenção a Nosso Senhor.”

“É como se fosse uma pequena “tenda” com Deus. Isso nos ajuda a ficar concentradas.”

“É como entrar no Santo dos Santos, aquele lugar sagrado, que ninguém poderia entrar. Quando você coloca o véu, é como se trouxesse Ele pra dentro do seu coração, é como se tivesse recebido Ele todo em você.”

“Esse véu ajuda a me sentir mais protegida junto de Deus.”

“Sinto que o véu me deixa livre para dar toda a minha atenção a Ele, e as mulheres não deveriam ter receio de usar o véu.”

“Você acha que ele vai chamar a atenção das pessoas. Eu não sinto que ele me destaque ou me faça ser diferente. Não importa o que os outros vão pensar ou dizer, porque não é disso que se trata. Se trata de focar no nosso amor e fidelidade ao Senhor.”

“Você não vem a Igreja pra ficar olhando, pra olhar outras pessoas. Você vem pra ver o Senhor. Você não precisa se importar com o que os outros pensam. E sim, com o que Nosso Senhor pensa sobre você.”

“Não se trata de ‘olhem para mim, sou mais santa do que vocês’. Se trata de mostrar o meu respeito, submissão e amor a Jesus. É disso que se trata.”

“Você deve dar o exemplo, para os que conhecemos ou não. Você não sabe quem pode ser influenciado. Eu acredito que os pais devem encorajar suas pequenas filhas a usarem o véu na Igreja, desde a infância.”

“Nós podemos mostrar às gerações mais novas a paz e a beleza do véu. Que ele se tornará parte deles, assim como se tornou parte de mim quando eu era jovem.”

“Não importa o que você pensava antigamente, tente e se abra a ele porque ele pode fazer a diferença.”

“Abra seu coração para Deus e não tenha medo das suas belas tradições, da sua santidade. Se você abrir seu coração, você será tocada em cada pedaço da sua vida e isso vai fazer com que seu relacionamento com Maria, com Jesus e com os santos seja bem mais belo.”

Artigo de domingo, 27 de agosto de 2017.

Tags: tradição véu

Compartilhe no WhatsApp