Carrinho de compras

Você ainda não adicionou nenhum produto em seu carrinho de compras.

Santa Francisca Romana

Santa Francisca e a obediência ao marido

Santa Francisca Romana nasceu em 1384 em Roma de família nobre e desde criança tinha vida de piedade e penitência. Prometida em casamento pelo pai, Francisca Romana, já percebia sinais de vocação religiosa, porém obediente ao pai casou-se com um jovem rico e tiveram seis filhos. Como esposa esforçou-se para ser uma ótima dona-de-casa e santa mãe, tanto assim viveu intensa vida de oração e caridade para com os da família e os pobres.

Certa vez, Santa Francisca estava recitando o Ofício da Santíssima Virgem, quando seu marido a chamou. Deixou a oração e foi atendê-lo, depois continuou. Mas, enquanto rezava uma antífona, quatro vezes a chamou o marido, e quatro vezes interrompeu a oração e foi atendê-lo, continuando depois de terminada a ocupação.

Na quarta vez, viu com surpresa que a antífona estava escrita com letras de ouro, e foi-lhe revelado que Deus lhe concedera aquela graça para que soubesse quanto a Nossa Senhora agradava a obediência ao marido.

Santa Francisca sofreu muito com guerras, epidemias, fome e misérias que afligiram a Roma da época. Perdeu três filhos e mais tarde o próprio marido que tanto amava. Francisca deu muita assistência aos doentes e pobres, ao ponto de ser chamada “Mãe de Roma” e na sua viuvez atendeu os apelos do coração chamado a uma consagração total, sendo assim viveu até sua morte em 1440, num congregação abençoada pelo papa e iniciada por ela e amigas na caridade.

“Não te afastes da mulher sensata e virtuosa que te foi concedida no temor do Senhor; pois a graça de sua modéstia vale mais do que o ouro.” (Eclo 7, 21)

Artigo de quarta-feira, 30 de agosto de 2017.

Tags: obediência

Compartilhe no WhatsApp